sábado, junho 14, 2008

Desejo

No silêncio do meu quarto, quando você insiste em voltar aos meus pensamentos, eu me rendo. É tudo tão real, presente e vivo, que sinto seu corpo sobre o meu, e o meu sobre o seu. Valho-me da imaginação, da saudade, da vontade e só conto comigo mesma.

E ele vem...abundante, excitante, tomando meu corpo de assalto num arrepio profundo e num quase desfalecer. Não importa onde você esteja nessa hora. Meu desejo sempre traz você pra mim.

0 comentários: