quinta-feira, agosto 21, 2008

Cadência

- Cadência -
*
Gosto quando se enrosca
Entre minhas pernas
E me faz arrepiar.
Gosto quando suprime meus sentidos
Num gozo alucinante
Onde tudo é pulsar.
Gosto de suas palavras doces
Tanto quanto amo as mais sórdidas.
Com você sou namorada
Me transformo em amante
Viro mulher da vida
E volto a ser menina.
Porque seu corpo é uma máquina perfeita
Que pulsa na cadência
Exata, precisa
Do meu infinito desejo.
*
Glória - 21/08/2008

0 comentários: