terça-feira, setembro 30, 2008

Fim da linha

- Fim da linha -
*
Seus fantasmas não a deixam dormir
Sua vida passa como um filme triste
Fatos antigos, coisas recentes
Dores do passado, alegrias de infância
Sonhos que ela não vai realizar
O caminho errado
A escolha infeliz
Atos que feriram
O perdão que não recebeu
O remorso, a tristeza.
Tanto ela tem ainda para dizer
Para fazer, para realizar
Mas o fim da linha está próximo
Sua vida foi vazia
Não fez ninguém feliz
Ninguém fez sua vida valer a pena
Triste fim de vida.

0 comentários: