sábado, junho 05, 2010

Eu e eu


- Eu e eu -
*
Tanto te quero
Que te transporto até mim
Faço de minhas mãos o teu desejo
Até quase sentir-te.
*
Nessa fração de prazer
Completa-me e inunda-me
E, ao fim de tudo,
Estou só.

5 comentários:

Anônimo disse...

Lindo,a mais bela definição de prazer que eu vi em toda minha vida.PARABÉNS

casa decorada disse...

Vizinha,eu estava indo pegar uma xícara de açúcar na amiga ao lado, quando passei e ví as luzes de sua casa (blog) ...nossa que lindo aqui ...
Quando tiver um tempinho passe lá em Casa para um café...
Se resolver se hospedar por lá , preparo minha melhor roupa e também venho para ficar !
Se precisar de algo é só gritar ,moro entre as montanhas e por lá tem eco.
Meu nome é Valeria , mas pode gritar KIM ...que é meu apelido!

Mulher na Polícia disse...

Ah... Nao acredito que quando encontro um blog legal a autora parou de escrever...

: (

Mariquinha disse...

Mulher na Polícia, ando com preguiça de escrever....rs

Zenóbia Collares Moreira disse...

AVE, GLÓRIA! AVE! Os que amam a poesia e os bons poetas te saúdam!

Obrigada por ter retornado. Um grande abraço de que admira aos montões a qualidade das suas poesias. Bje de EVA